Arquivos por mêsoutubro 2017

De paraíso a novela da Globo não tem nada!

É um pouco complicado, para mim, falar sobre O Outro Lado do Paraíso. Tenho medo de ser indelicado e injusto com os profissionais. Porém, tenho que ser sincero. A partir do momento que eu não puder expressar o que, de fato, eu penso, o Blog Curtas & Quentes deixará de existir. O que não será o caso, pois serei sincero. 

Essa novela, criada de repente, aprovada sem sinopse, é boa. Está distante de ser surpreendente, mas é legal. Tem uns defeitinhos, mas, se souber voar, é tolerável. Apesar de ser muito superficial e nada convencer – até o momento –, Walcyr Carrasco apresenta, a passos lentos, uma história que, de começo, parece ser boba (muito simples), mas que se desenha para um novelo mexicano, mas bem mexicano. 

Infelizmente, os primeiros capítulos deixaram a desejar. Não sei em que Planeta o autor estava quando escreveu o início de O Outro Lado do Paraíso. Talvez, estava mirando o horário de Malhação e, sem querer, acabou acertando – ou melhor dizendo – usurpando o lugar de outra. Tudo bem que não podemos esperar muito de uma novela aprovada sem sinopse. Só que esta, na minha concepção, deixa a desejar, com falta de ganchos; diálogos superficiais; cenas de pouco poder de convencimento (mas de boas atuações); e o pior: erros precários de produção/cenografia e contextualização. 

Você se pergunta: “ele aponta vários defeitos, e acha a novela boa?”. Respondo: “Sim!!!”. E explico. Lamento, profundamente (sendo exagerado), a forma como a novela está sendo apresentada (conduzida). Penso que dez capítulos seriam o suficiente para a primeira fase. Entretanto, eu entendi a proposta do autor. Ele quis fazer duas novelas em uma. A primeira novela (parte 1) está detalhando, passo a passo, as histórias de duas personagens, de perfis interessantes: Clara e Elizabeth. Para nós, que acompanhamos uma novela elétrica como A Força do Querer, é broxante dar de cara com uma narrativa mais lenta, que mais parece folhetim dos anos 80. Só que isso, na minha humilde opinião, não é ponto negativo. E nem vejo como um retrocesso. Pelo contrário, a ideia é interessante. Poderia ser mais envolvente, obviamente, se fosse de menor duração. Walcyr Carrasco está sendo cauteloso. Ele vem com temas polêmicos. As personagens, primeiramente, precisam de torcidas para não serem rejeitadas. Gloria Perez fez isso com Bibi, que só foi despontar no segundo mês de A Força do Querer. Posso estar equivocado, mas acredito que Clara e Elizabeth serão a salvação da segunda fase (segunda novela) de O Outro Lado do Paraíso. As vinganças dessas personagens devem surpreender. No final, todos compreenderão porque o autor optou por ser detalhista na primeira fase. Elas serão tão queridas, que o público vai ter pouca paciência com os núcleos paralelos.

Gosto de Walcyr Carrasco. As melhores novelas das seis (pra mim, obviamente) foram escritas por ele. Os textos dele são até “amigáveis” para o horário das 18h, mas para às 21h… Para não perder o respeito, são: superficiais, não passam a verdade. A baixa qualidade dos diálogos está sendo o problema desta novela. Os atores até se esforçam. Bianca Bin, atriz genial, às vezes, está sendo prejudicada com falas bem didáticas. 

Alguns atores (ainda) não encontram o tom certo ideal para suas personagens. Guizé, algumas vezes, parece está homenageando o Tonho da Lua; Rafael Cardoso e Marieta Severo os mesmos trejeitos e vozes de sempre. O primeiro parece está sem vontade. Já a segunda, acho que esperava dar vida à uma personagem mais firme. Deve ficar marcada apenas pela cena de reconciliação entre mãe e filha. É melhor eu ficar calado. 

Como é uma novela sem sinopse, vai ser difícil apontar quais os ajustes serão feitos. Acredito que várias personagens terão seus perfis modificados, como Lívia (Grazi Massafera), Renato (Rafael Cardoso), Gael (Sérgio Guizé) e Sophia (Marieta Severo). Sabe as quatro estações num só dia? É assim que vocês observarão esses quatros papéis ao longo da novela. Cada mês, uma personalidade diferente. É característica de Walcyr Carrasco quando não consegue passar para o público a mensagem ou quando o ator/atriz não corresponde. Também acho que algumas abordagens serão condensadas/contidas porque outras irão sobressair/despontar. 

Mesmo constrangido com os diálogos de alguns personagens, o que mais tem me tirado do sério são as falsas campanhas. Em alguns momentos, sinto que há incentivo à violência contra mulher; e também às brincadeiras tipo bullying. Estela (Juliana Caldas), aceita gozação de qualquer um, menos de sua mãe. Fala sério!! Gael espanca a mulher e praticamente ganha um troféu. Numa cena, Nádia (Eliane Giardini) soltou: “marido só bate quando a gente merece”. Misericórdia!!! Numa outra, a mãe incentivando o filho, diz: “sou contra bater em mulher, mas estamos falando de muito dinheiro. Faça o que for preciso.”. Jesus!!! Que campanha é essa? Está repreendido!. 

Por fim, a produção/cenografia não conseguiu ser fiel à época em que a novela passa. Como haverá uma passagem de tempo, de no mínimo dez anos, conclui-se que a primeira fase está ocorrendo no início da década de 2000. Nessa época, que eu saiba, não haviam celulares e notebooks modernos. No Jalapão, se hoje é raríssimo o sinal de celular, imagina você, anos atrás. Daí a Clara aparece em cena dizendo que gostaria de ter um aparelho para ligar para o avô. Só rindo! As imagens da capital do Tocantins, Palmas, são dos dias atuais. Que mico!!!!

O nome que a Globo escolheu para a novela de Walcyr Carrasco, por ora, é a única coisa que mais se aproxima da realidade. Com mãe que destrata filha; marido que bate em mulher; sogra que interna nora em sanatório; esposa – que se sente infeliz – no direito de ter um amante, é, de fato, o inferno. 

É isso. Estão voando, digo, gostando da novela? Quais os pós e contras? Do que Walcyr Carrasco será capaz para não perder público para Apocalipse (se é que isso pode ser uma ameaça, mas existe a possibilidade)? Falando em ibope: com 31 pontos, O Outro Lado do Paraíso vai bem. O “problema” é se empacar nisso. Daqui a pouco, o bom vira razoável. E o razoável pode ficar… À espera dos próximos capítulos.

Obrigado pela atenção, e até o nosso próximo encontro. 😉

"Moana: um Mar de Aventuras" é a superestreia deste sábado no Telecine Premium

“Moana: um Mar de Aventuras” estreia neste sábado no Telecine. (Imagem/Divulgação)Nada de vestidos glamorosos ou príncipe encantado. A animação mais bem-sucedida da história da Disney no Brasil é Moana: um Mar de Aventuras, que chega ao Telecine Play e ao Telecine Premium depois de levar mais de 5 milhões de pessoas aos cinemas no país. Livre e independente, a heroína da vez vai fazer o público mergulhar nos encantos da Polinésia – do estilo de vida aos cenários paradisíacos – na Superestreia que abre o mês: 4 de novembro, neste sábado ás 22h.Decidida, corajosa e senhora de seu destino, Moana (Auli’i Cravalho) foge do estereótipo de princesa. Herdeira de longa linhagem de navegadores e filha do chefe de uma tribo, a destemida adolescente decide partir em busca de seus ancestrais para salvar seu povo. Na companhia do semideus Maui (Dwayne Johnson), ela se joga em uma aventura marítima para encontrar uma ilha mítica que ninguém sabe exatamente onde fica. Juntos, eles terão que enfrentar criaturas marinhas e tempestades. A história conta ainda com os animais de estimação nada convencionais da protagonista: o porco Pua e o galo HeiHei.Com direção da dupla Ron Clements e John Musker, o filme impressiona do visual à trilha sonora. A produção concorreu nas principais premiações do cinema: Oscar (Animação e Canção Original), Globo de Ouro (Animação e Canção Original) e BAFTA (Animação).Logo antes de Moana: um Mar de Aventuras, vai ao ar o divertido curta Trabalho Interno, do brasileiro Leonardo Matsuda, que tem como tema a razão e a emoção no dia a dia dos seres humanos.

LIFETIME homenageia a escritora V.C. Andrews em novembro no Lifetime Movies

Serão exibidos os filmes O Jardim dos Esquecidos, Pétalas ao Vento, Os Espinhos do Mal e Filhos do Passado aos sábados, ao longo do mês. (Imagem/Divulgação)A faixa Lifetime Movies presta uma homenagem à escritora V. C. Andrews, a cada sábado de novembro, com a exibição de quatro longas-metragens baseados na série de livros best-sellers que conta a saga dos irmãos Dollanganger – composta por cinco títulos: Jardim dos Esquecidos (1979), Pétalas ao Vento (1980), Os Espinhos do Mal (1981), Sementes do Passado (1984) e Jardim de Sombras (1986).Virginia Cleo Andrews (1923-1986) foi uma romancista norte-americana, que alcançou grande sucesso com seus livros. Quando adolescente, sofreu um acidente e teve de usar cadeira de rodas pelo resto da vida. A saga dos irmãos Dollanganger, tema da programação especial do Lifetime, conta a história de irmãos que passam a infância trancados no sótão da casa dos avós abastados, após a morte do pai. Tratados de forma cruel, eles criam laços perigosos e com o tempo descobrem segredos obscuros da família. Polêmico na data de seu lançamento, em 1979, o primeiro livro da saga, O Jardim dos Esquecidos, mexeu com convenções morais ao tratar de incestos, trapaças e mentiras.4/11, sábado, 22h – O Jardim dos Esquecidos – essa produção original exclusiva para a TV, bateu recorde de audiência nos Estados Unidos, encantando a mais de seis milhões de telespectadores. Tão tocante e controverso como o livro homônimo em que é baseado, retrata a história dos quatro irmãos Dollanganger. Após a morte inesperada do pai, Chris (Mason Dye), Cathy (Kiernan Shipka) e os pequenos gêmeos Carrie (Ava Telek) e Cory (Maxwell Kovach) são levados pela mãe Corrine (Heather Graham, de Austin Powers, Se Beber Não Case e Boogie Nights) para morar na casa dos avós, que são muito ricos. As crianças são surpreendidas pela notícia de que terão de viver trancados no sótão da casa, porque os avós acreditam que eles são filhos do demônio, uma vez que os pais eram parentes de sangue e jamais poderiam ter se casado.Com o tempo, as visitas de Corrine tornam-se cada vez mais esporádicas, pois agora ela tem um novo marido, Bart Winslow (Dylan Bruce, de Orphan Black). Os meninos terão de enfrentar não somente a reclusão e o isolamento, como a falta de amor da mãe e os maus-tratos constantes e abusos da implacável avó Olívia Foxworth (Ellen Burstyn, vencedora do Oscar por Alice Não Mora Mais Aqui). Assim, os irmãos se afastam cada vez mais de uma infância perfeita. À medida que os anos passam, os irmãos mais velhos Cathy (Kiernan Shipka) e Christopher (Mason Dye) chegam à idade em que se desenvolvem emocional e fisicamente, e encontram-se presos no passado sórdido da família, buscando consolo e refúgio um no outro.11/11, sábado, 22h – Pétalas ao Vento – essa produção original, sequência do sucesso O Jardim dos Esquecidos, começa dez anos após os irmãos Dollanganger, agora jovens adultos, terem sido presos no sótão pela avó, Olivia Foxworth (Ellen Burstyn), depois que a mãe, Corrine Winslow (Heather Graham), os deixou na casa dela.Os irmãos querem deixar o passado sórdido para trás, mas logo descobrem certos segredos que não podem ser ignorados. Assim que Cathy (Rose McIver) percebe que está em um relacionamento abusivo com Julian (Tom Kemp), ela e o irmão Christopher (Wyatt Nash) são forçados a enfrentar os sentimentos proibidos, desenvolvidos durante o período de reclusão. Com os terrores do passado e a tragédia ameaçando os irmãos novamente, Cathy decide enfrentar a avó e vingar-se da mãe para, finalmente, poder começar a viver.18/11, sábado, 22h – Os Espinhos do Mal – o casal composto pelo cirurgião Christopher (Jason Lewis) e pela professora de balé Cathy (Rachael Carpani) vive feliz com seus dois filhos, que não têm a menor ideia da verdade sobre seus pais.Mas quando uma estranha mulher – ninguém menos que Corrine (Heather Graham), a mãe do casal – se muda para a casa ao lado, um dos filhos começa a mudar seu comportamento. Os obscuros segredos da família são revelados e o passado volta a assombrar Cathy e Christopher.25/11, sábado, 22h – Filhos do Passado – No último filme da programação especial, a trágica história dos Dollanganger chega ao fim. Depois de realizar tratamento psiquiátrico em sua adolescência, como resultado de seu encontro com a avó Corrine, Bart Sheffield (James Maslow) torna-se o herdeiro da propriedade da família.O longa ainda explora o relacionamento complicado entre os irmãos Bart e Jory (Anthony Konechny), os obscuros segredos e uma maldição que parece perseguir a família eternamente.

Série inédita do HISTORY acompanha a restauração de carros clássicos

Em Clássicos Repaginados, uma equipe de restauradores faz mágica ao recuperar e transformar veículos antigos. (Imagem/Divulgação)A nova série Clássicos Repaginados (The Guild Garage), que o HISTORY estreia no dia 6 de novembro ás 20h, acompanha a dedicação de Dave Grainger e de sua equipe de incríveis restauradores enquanto assumem os veículos mais icônicos e atendem os clientes mais exigentes. Formado Larry, Brad, Barry, Ken e Thomas, o grupo faz mágica ao repaginar e transformar automóveis clássicos.Dave também leva sua expertise e seu parceiro Larry para a estrada, para procurar o negócio perfeito, o melhor achado de celeiro ou o carro clássico dos sonhos que poderá ser seu próximo projeto vencedor de concurso.No episódio de estreia, Sonhos desfeitos, um mau funcionamento acaba com a esperança de Dave e Larry de mostrar seu precioso Delahaye no Pebble Beach Concours d’Elegance, mas um roadster personalizado os deixa mais animados. Enquanto isso, Ken tem problemas com um Ford F1 de 1951.Em seguida, em Carros de corrida vintage, enquanto Brad e Barry verificam os carros de corrida vintage da série Can Am, Dave surpreende seu parceiro Larry com a aquisição de um Bronco personalizado de 1978. Depois, tenta garantir uma peça de reposição para o seu trator Johnny Popper de 1946.

Lucifer recruta Dra. Linda para ajudá-lo a desvendar um assassinato no episódio inédito

Em “Et Tu, Doctor”, Malcolm confronta Chloe quanto ao dia em que foi baleado. (Imagem/Divulgação)O Canal Universal exibe no dia 8 de novembro, quarta-feira, às 23h, o oitavo episódio da 1ª temporada de Lucifer.O assassinato de um terapeuta leva Lucifer (Tom Ellis) e Chloe (Lauren German) a recrutarem a ajuda da Doutora Linda (Rachael Harris) na busca de suspeitos. Ao mesmo tempo, Malcolm (Kevin Rankin) confronta Chloe a respeito da noite em que ele foi baleado e Lucifer tem que lidar com sua primeira crise de ciúmes.

Novela Apocalipse estreia dia 21 de novembro

A Record TV confirma que a novela Apocalipse tem estreia marcada para dia 21 de novembro. A nova trama da emissora, de autoria de Vivian de Oliveira e direção de Edson Spinello, contará uma emocionante história que mistura amor, mistério e redenção ao retratar um dos enredos mais polêmicos da Bíblia: o fim dos tempos.

As primeiras chamadas da produção já estão no ar. A novela substituirá O Rico e Lázaro na faixa das 20h30.

Atrações inéditas estreiam no especial Super Máquinas do Discovery Kids a partir deste sábado

Atrações inéditas estreiam no especial Super Máquinas. (Imagem/Divulgação)A partir de sábado, 4 de novembro, o Discovery Kids renova a faixa de programação SUPER MÁQUINAS com episódios inéditos de TURBO FAST e TRANSFORMERS RESCUE BOTS. No ar a partir das 16h35, a programação temática começa com as novas aventuras de Turbo a sua turma de caramujos velozes, sempre aos sábados. Aos domingos, às 17h, os robôs alienígenas de TRANSFORMERS RESCUE BOTS continuam a proteger a cidade de Griffin Rock nos episódios inéditos da série.TURBO FAST traz para a tela do Discovery Kids a equipe de caramujos mais rápida do mundo: Turbo, Chicote, Derrape, Brasa, Descolado e Sombra Branca. Derivada do filme “Turbo” (2013), da DreamWorks, a animação continua a história iniciada nos cinemas: Turbo conseguiu ser o grande campeão da Fórmula Indy 500 e Tito construiu uma cidade para os caramujos onde eles treinam em um circuito especial.Cada um dos caracóis conseguiu poderes próprios com assessórios que vão desde sistema de som potente a motor a jato. Na união das diferentes habilidades, eles formam um time imbatível que encara desafios na pista e fora dela – seja na cidade dos caramujos ou em qualquer parte do mundo onde um oponente apareça.O primeiro episódio inédito começa com o aniversário de Deuce – ele anda meio cabisbaixo porque todos andam muito ocupados com suas próprias tarefas e não lhe dão atenção. Enquanto vaga sozinho pelas ruas, Deuce conhece um amigo melancólico que o faz se transformar em um rebelde incorrigível. Chicote não gosta nada da atitude de Deuce e se propõe a mudar a postura do caramujinho com um rígido treinamento militar.Heatwave, Chase, Blades e Boulder são os TRANSFORMERS RESCUE BOTS, a atração de domingo na faixa SUPER MÁQUINAS.  Com episódios inéditos no ar a partir das 17h, eles continuam na missão de proteger a cidade de Griffin Rock, uma cidade do futuro onde os terráqueos convivem com tecnologia e estão acostumados com os robôs.Lá, os robôs alienígenas conheceram a família Burns e se tornaram amigos inseparáveis do menino Cody. Para esconder sua origem extraterrestre, eles se passam por robôs comuns e assumem as identidades de máquinas de resgate, que evitam acidentes e salvam o dia, controladas por seus amigos humanos.No primeiro episódio inédito, Cody está ressentido porque ninguém tem tempo para ele – estão todos muito ocupados com o trabalho, com as redes sociais, qualquer coisa menos jogar burnsball, o esporte que ele mesmo inventou. Enquanto isso, investidores sondam Griffin Rock com a intenção de construir um hotel de luxo gigantesco. Mais do que isso, os empresários querem que os Rescue Bots sejam as grandes atrações do projeto – considerando-se que eles são alienígenas protegendo a verdadeira identidade, estar no centro das atenções para milhares de turistas pode trazer problemas igualmente gigantes.

Marcos Pitombo é escalado para Orgulho e Paixão

Marcos Pitombo chegou a ser reservado para Deus Salve o Rei, mas acabou sendo cedido para a produção de Orgulho e Paixão, a próxima novela das seis. Na obra que está sendo escrita por Marcos Bernstein, Pitombo formará par romântico com AnaJú Dorigon. Anteriormente, o ator chegou a ser confirmado em Tempo de Amar, mas foi substituído por Guilherme Prates.

Pitombo e Dorigon trocaram mensagens no Twitter, revelando os nomes de suas personagens Rômulo e Cecília em Orgulho e Paixão.

Orgulho e Paixão, com estreia prevista para março na Globo, será ambientada em São Paulo no começo do século XX, e terá como pano de fundo a história das famílias ricas do Ciclo do Café. O elenco contará ainda com as participações de: Vera Holtz, Nathalia Dill, Agatha Moreira, Chandelly Braz, Tato Gabus Mendes, Malvino Salvador, Gabriela Duarte, Alessandra Negrini, Bruno Gissoni, Grace Gianoukas, Murilo Rosa e Ary Fontoura. 

No próximo episódio inédito de ‘De Férias com o Ex’ Brasil: Chegou a hora de ‘sair da casinha’

‘De Férias com o Ex’ Brasil: Chegou a hora de ‘sair da casinha’. (Imagem/Divulgação)No último episódio de ‘De Férias Com o Ex’ Brasil’, Fagner teve uma GRANDE surpresa: duas ex’s apareceram para movimentar, agitar a casa e a vida dele também. Será que alguém está encrencado? Sim ou não claro? O próximo episódio que vai ao ar quinta-feira, 02 de novembro, às 23h, na MTV, promete separar casais com uma pitada de confusão no ar.Como se não bastasse a disputa acirrada entre Gabi Prado e Zoo, chega ‘chegando’ uma nova integrante – explosiva como uma bomba. Ela não veio pra brincadeira e muito menos pra conversa. Sabe aquele famoso ‘probleminha’? Com ela vai ser só tiro, porrada e bomba!As brigas vão de fato acontecer a partir de uma brincadeira que coloca em risco a amizade de duas pessoas da casa. Ao serem vendados, cada participante escolhe uma ação e tira de dentro de uma caixa um nome que deverá cumprir com o que foi pedido. Vai rolar selinho, beijo, mordida no pescoço, troca de casais, chororô e muito mais!O destino pode ser cruel e é claro que o tablet continua sem perder a chance de aprontar com os participantes. Depois de fazer Fagner escolher com qual das exs ele realizaria um passeio na praia, Raissa, no meio da festa, é convocada pra decidir sua companhia na suíte máster – será que os ‘finalmentes’ que ela tanto espera agora vai acontecer? Gabi Domingues e Ursinho se aventuram em uma gigante tirolesa com direito a arvorismo e muita emoção.Nesta temporada, depois de todos os episódios inéditos exibidos na TV, às 23h, a equipe da MTV arma um Facebook Live direto dos estúdios do canal com algum participante, tendo Mareu ou Michi Provensi à frente da apresentação. Nesta semana, a nova ex que acaba de chegar na casa será a convidada para responder as perguntas da audiência. 

Detetive Antonio Dawson tenta desvendar assassinato de imigrante ilegal em episódio inédito de Chicago P.D.

Detetive Antonio Dawson tenta desvendar assassinato. (Imagem/Divulgação)O Canal Universal exibe, no dia 7 de novembro, terça-feira, às 23h, o terceiro episódio da quinta temporada de Chicago P.D.No episódio “Promise”, uma mulher latina é assassinada e há a suspeita de que ela tenha trabalhado como mula de drogas, até que outra razão para sua morte é descoberta.Trata-se do primeiro caso principal do detetive Antonio Dawson, e quanto mais ele investiga, mais convencido se torna de que as drogas não têm relação alguma com o caso.